Arrepiados de Almoster

Trata-se de um bolo de receita Conventual das Monjas do Mosteiro de Almoster da Ordem de Cister, muito simples de conseguir e que na sua composição inclui: aproveitamento de claras de ovo, miolo de amêndoa em lasca, açúcar, canela e raspa de limão.

Conta a lenda que o seu nome “arrepiados” advém de uma situação em que as monjas se encontravam atarefadas na cozinha a preparar doces para receberem um grupo de fidalgos e uma delas terá posto em causa a qualidade daquilo que se estava confeccionando. Então a monja que dirigia as operações da cozinha terá dito: Não te preocupes porque os bolos que estamos a fazer vão sair tão bons que os Fidalgos vão ficar arrepiados.

Não admira portanto que ainda hoje quem prova estes bolos possa também ficar arrepiado com a sua qualidade e paladar.

Este bolo conventual goza de muita popularidade e é um cartaz que representa bem a doçaria de Santarém.                                                                    

Fonte: www.cm-santarem.pt/pracapublica/noticias/Paginas/ReceitastradicionaisdoConcelhodeSantar%C3%A9mnas%E2%80%9C7maravilhasdagastronomia%E2%80%9D.aspx

Deixe uma resposta