Pega de costas, executada por José Luís Coragem

Pega de costas, executada por José Luís Coragem

Imagem publicada na Revista Panorama, número especial de 1945.

O seguinte texto foi retirado do blog Farpas Blog, e diz respeito a esta fotografia e executante:

Aos 83 anos de idade, morreu no primeiro dia do ano um dos mais valorosos forcados de sempre – José Luis Coragem.

Nasceu em Alhandra a 27 de Fevereiro de 1927, mas Coruche viria a ser a sua terra adoptiva, onde viveu a maior parte da sua vida. Notabilizou-se sobretudo como exímio executante da sorte de pegar de costas e de cadeira, sortes que caíram em desuso.

Comandou esporadicamente uma formação em Coruche, destacando-se depois como forcado profissional no grupo de Lisboa, nos tempos de Matias Leiteiro, Adelino de Carvalho e Carlos Patrício Álvares “Chaubet”, entre outros. Fardou-se também nos grupos profissionais da Moita do Ribatejo (de João Soeiro), Vale de Santarém (de Edmundo de Oliveira) e de Vila Franca de Xira (de José da Vila).

Entre 1951 e 1963 chefiou o grupo de forcados profissionais de Riachos. Despediu-se das arenas em 22 de Abril de 1973 em Coruche, pegando o seu último toiro como forcado do grupo local. Era neto e sobrinho dos famosos forcados do início do Século XX, Luís e Germano Vintém.

Os amigos recordam-no como “homem humilde e de bom trato”. Na segunda metade dos anos 90 acompanhou com frequência o Grupo de Forcados Amadores de Coruche, apoiando a rapaziada nova, por vezes dando como exemplo a sua vivência e estoicismo, as histórias da sua vida.

José Luís Coragem foi a sepultar em Coruche, ontem, dia 2, deixando um legado importante na história da Tauromaquia e da Forcadagem em especial e um vazio enorme entre todos os que com ele conviveram. Partiu um dos maiores forcados de sempre.

Paz à sua alma.

Através de A minha Santarém aminhasantarem.blogspot.pt

Deixe uma resposta